Notícia


Decisão sobre Habeas Corpus contra decisão monocrática foi destaque

O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Dias Toffoli, determinou a distribuição de todos os Habeas Corpus impetrados contra atos de ministros do Supremo. Com isso, o ministro pretende levar a discussão sobre o cabimento de HC contra decisões monocráticas de ministros ao Plenário novamente.

Toffoli lembrou que, em uma discussão travada entre os ministros Gilmar Mendes e Alexandre de Moraes sobre o cabimento dos HCs, foi levantada a necessidade de rediscutir a matéria.

Desde 2016, esses HCs não eram sequer distribuídos por serem manifestamente incabíveis. Eles eram direcionados diretamente à Presidência, para que aplique a jurisprudência e negue o pedido.

Frase da semana

“O Supremo Tribunal Federal tem muita preocupação com a segurança jurídica. A segurança jurídica, por vezes, leva o Supremo a modular suas decisões. Quer dizer, as decisões passam a valer de um determinado momento para frente, para não nulificar tudo o que já foi praticado”. 
Luiz Fux, ministro do STF, ao comentar se a anulação da condenação de Aldemir Bendine poderia tornar nulas diversas as sentenças já proferidas.

Entrevista da semana

"Se o tal direito ao esquecimento for levado ao extremo a história será apagada", afirma o advogado Marco Antonio Sabino, em entrevista à ConJur.

Crítico da teoria, que para ele sequer existe, Sabino fala que a facilidade na comunicação proporcionada pela internet trouxe consigo a impossibilidade de apagar totalmente registros.

O que acontece, de acordo com o advogado, é que a informação fica tão desfragmentada que torna inviável apagar uma informação virtualmente.

Ranking

Com 44,9 mil acessos, o texto mais lido foi a coluna do professor Raimundo Simão de Melo que fala sobre decisão do Supremo segundo a qual o empregador tem responsabilidade civil objetiva em acidentes de trabalho.

Para Simão de Melo, a tese do STF é de que a regra da responsabilidade subjetiva nos acidentes de trabalho, no tocante à responsabilidade civil do empregador, permanece, conforme estabelece o inciso XXVIII do artigo 7º da CF, porém, que esta regra comporta exceções, na forma prevista no próprio caput do referido dispositivo constitucional, como, por exemplo, na atividade de risco.

Com 39,6 mil acessos, a segunda notícia mais lida é sobre a decisão desembargador Leandro Paulsen, do TRF-4, que determinou que os autos do processo do sítio de Atibaia (SP) contra Lula voltem ao gabinete do relator até que seja julgado o agravo regimental interposto pela defesa do ex-presidente.

As dez mais lidas
Reflexões Trabalhistas: STF decide que empregador tem responsabilidade civil objetiva em acidentes de trabalho
Desembargador manda autos do processo do sítio de Atibaia voltarem para o relator
CNH vencida vale como documento de identificação pessoal, decide STJ
Só lei complementar de iniciativa do Supremo pode afastar magistrado, decide STF
Senado rejeita recondução de conselheiros que blindaram Deltan no CNMP
Procuradora cotada para a PGR ajudou a escrever pedido de impeachment de Gilmar
CCJ da Câmara aprova PEC que assegura o direito à legítima defesa
CNJ permite alterar sobrenome dos pais sem decisão judicial
2ª Turma do STF se adianta na discussão sobre envio de dados do Coaf ao MP
Julgamento sem advogado não é nulo se houve intimação, decide Supremo

Manchetes da Semana
Toffoli manda distribuir HCs impetrados contra decisões monocráticas de ministros
Não cabe cobrança de Imposto de Renda e de CSLL sobre créditos do Reintegra, diz STJ
Barroso autorizou busca da PF no Senado e na Câmara para obtenção de provas
Senado barra recondução de conselheiros que blindaram Deltan Dallagnol no CNMP
Judiciário não pode anular contrato com cláusula de arbitragem, decide TJ-SP
MP não pode se valer de Habeas Corpus em desfavor do réu, diz Alexandre de Moraes
Procuradora cotada para a PGR ajudou a escrever pedido de impeachment de Gilmar
Só lei complementar de iniciativa do Supremo pode afastar magistrados
Marco Antonio Sabino: "Se o tal direito ao esquecimento for levado ao extremo a história será apagada"
Dias Toffoli celebra um ano à frente do Supremo Tribunal Federal e do CNJ
Legislações de outros países preveem punição para abuso de autoridade
2ª Turma do Supremo começa analisar se Moro poderia ter julgado caso Banestado

Fonte:http://www.conjur.com.br/

Ver todas as notícias